Antibióticos: indicações de uso e efeitos colaterais

Os antibióticos são substâncias capazes de eliminar ou impedir a multiplicação de infecções bacterianas. A descoberta do antibiótico revolucionou a história da medicina, pois anteriormente muitas pessoas morriam em decorrência de diversos tipos de infecções. Porém, seu uso excessivo pode causar algumas complicações no organismo.

 

Como o uso incorreto torna as bactérias resistentes?

Uma cartilha do Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos (CEBRIM) diz que, ao tomar as primeiras doses, as bactérias mais frágeis que causam dor e febre começam a ser eliminadas e os sintomas melhoram. Se o paciente suspende o uso neste momento, as bactérias mais fortes que continuam vivas começam a se multiplicar novamente e os sintomas reaparecem. Como as novas bactérias são descendentes daquelas mais resistentes, é bem provável que o mesmo medicamento não cure mais esta infecção.

 

Importância de seguir a prescrição médica 

Hoje em dia os antibióticos são considerados medicamentos controlados, ou seja, só podem ser comprados com a apresentação da prescrição médica, seguida pela retenção da receita. Somente o médico é o profissional que pode indicar o medicamento, a dosagem e o tempo de tratamento mais adequado para cada caso.

 

É muito comum que o paciente pare de tomar um medicamento quando começa a se sentir melhor. No entanto, a interrupção de antibióticos antes do tempo indicado pelo médico pode resultar na necessidade de retomada do tratamento, além de contribuir com a proliferação de bactérias resistentes ao medicamento. Para eliminar de fato a bactéria, é importante seguir a prescrição médica corretamente, conforme apontado em: https://drauziovarella.uol.com.br.

 

Tire suas dúvidas com o profissional

Tirar as dúvidas com o médico que receitou o medicamento é de extrema importância, pois muitos deles requerem alguns cuidados, e o profissional de saúde orientará sobre a melhor maneira de usá-los. Abaixo seguem algumas orientações quanto aos antibióticos, como:

  • Alguns antibióticos são mais bem tolerados pelo organismo quando tomados com as refeições; outros devem ser tomados com o estômago vazio;
  • Certas pessoas têm alergia a alguns tipos de antibióticos, por isso, lembre-se sempre de contar ao profissional de saúde sobre as alergias que já teve;
  • A maioria dos casos de dor de garganta, gripe e diarréia não necessita de tratamento com antibióticos, pois geralmente são causados por vírus;
  • Antibióticos muito fortes podem causar uma queda na imunidade, portanto, é de extrema importância que você informe seu médico de alguma doença crônica ou autoimune.

RECEBA NOVIDADES