Blog

Doenças de outono: 5 enfermidades comuns na estação


Você já reparou que no outono os espirros e os casos de gripe se tornam mais comuns? Estima-se que durante as estações mais frias do ano a incidência de enfermidades respiratórias aumentam 40%. Isso é resultado da baixa temperatura somada à redução da umidade relativa do ar e ao aumento dos níveis de poluição atmosférica. Confira abaixo quais são as doenças de outono e como evitá-las. 

Doenças de outono

Não só a baixa temperatura, mas também a oscilação dela acaba afetando a imunidade do organismo. Além disso, a baixa umidade do ar e os altos níveis de poluição acabam fragilizando o sistema respiratório e provocando doenças infecciosas, inflamatórias e alérgicas. Assim, é comum que no outono a gripe, os resfriados e as conhecidas “ites” (rinite, sinusite, amigdalite, bronquite e laringite) se tornem mais frequentes. 

Vale destacar que, a exposição ao frio também contribui com o aumento da pressão arterial e da tendência à coagulação do sangue, elevando o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral). 

Principais enfermidades

Gripe: Antes de explicar o que é a gripe, é importante entender que ela é diferente do resfriado. A gripe é causada pelo vírus Influenza e apresenta, além da coriza e do mal-estar, febre alta, sendo mais grave que o resfriado. Como o agente causador pode ser pode transmitido através da tosse, da fala ou do espirro, vale evitar ficar próximo à pessoas gripadas, evitar ambientes fechados e sem circulação de ar e manter uma boa higiene das mãos. O tratamento consiste em repouso, hidratação constante e alimentação saudável. Alguns medicamentos podem ser indicados para amenizar os sintomas. Em casos mais graves a avaliação médica é essencial. 

Resfriado: O resfriado é outra das doenças de outono. Também causado por vírus, ele provoca mal-estar, dor no corpo e coriza. No entanto, apresenta menor gravidade que as gripes. A prevenção inclui evitar ambientes sem circulação de ar e manter uma boa higiene, especialmente das mãos - que podem ser o ponto de contato com os causadores da enfermidade. 

Rinite alérgica: A rinite consiste em uma inflamação da mucosa que reveste o nariz, e é provocada pelo contato com ácaros, poluição, mofo e pólen. Ela se torna mais comum durante o outono porque a baixa umidade e a baixa temperatura sobrecarregam e ressecam as vias respiratórias, deixando-as mais suscetíveis a crises alérgicas. Entre os sintomas estão: coriza, espirros e coceira nos olhos, nariz e boca. Para passar longe desse quadro, é importante evitar ambientes pouco ventilados, utilizar umidificadores com moderação e manter os ambientes limpos e livres de alérgenos. 

Sinusite: É uma infecção que acomete as mucosas da região interna dos seios da face. Ela provoca fortes dores de cabeça com pressão na região da testa e das maçãs do rosto, febre, tontura e congestão nasal. As causas desse quadro podem ser tanto alérgicas, quando o contato com bactérias, fungos e vírus. Hidratação das vias respiratórias é a forma mais indicada de prevenção.

Pneumonia: É uma das mais graves doenças de outono. Ela consiste em uma infecção que acomete o pulmão e é ocasionada pela presença de agentes infecciosos e irritantes no espaço onde ocorre a troca gasosa. Os sintomas incluem febre alta, dor no tórax, mal-estar, falta de ar e tosse com expectoração de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada. O quadro exige acompanhamento médico e pode levar a óbito, caso não seja tratado adequadamente. 

Fique longe das doenças de outono!

Além de evitar ambientes fechados, manter os cômodos limpos e apostar na higienização das mãos, é importante adotar hábitos que reforçam a imunidade. Por isso, invista em uma alimentação equilibrada, hidrate-se frequentemente, pratique atividades físicas, tenha uma boa rotina de sono, evite o fumo e utilize roupas adequadas à temperatura. 

Identifiquei os sintomas! E agora?

Ao identificar o sintomas das enfermidades citadas, é importante procurar um médico para que ele possa realizar o diagnóstico e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Se você mora em Ribeirão Preto e região, pode encontrar médicos qualificados na Clínica Tibiriçá, que oferece consultas por valores que cabem no seu bolso. Marque já o seu horário com um especialista. 
 

Buscar

Veja outros Posts

Doenças de outono: 5 enfermidades comuns na estação

Você sabe quais são as doenças de outono? Confira as enfermidades que se tornam mais comuns nessa estação.

Ortopedista ou reumatologista? Saiba quando consultar cada um deles!

Ortopedista ou reumatologista? Você sabe quando consultar cada um desses profissionais? Entenda a diferença das especialidades e as funções de cada um

Você sabe quando ir ao oftalmologista?

Descubra quando ir ao oftalmologista e as enfermidades que esse profissional pode ajudar a prevenir, diagnosticar e tratar.

» Veja todos os posts

Whatsapp