Como lidar com o estresse e ansiedade causados pelo coronavírus?

Lidar com o estresse e ansiedade causados por uma pandemia mundial pode afetar de forma prejudicial a saúde mental. Isso porque o excesso de preocupações pode criar quadros de nervosismo, desespero e até certo nível de pânico. Para que esses efeitos sejam minimizados, é importante que algumas medidas que favoreçam o bem-estar sejam tomadas.

 

Como o coronavírus pode afetar a sua saúde mental?

Isolamento social, lojas e comércios fechados, notícias de situações críticas e dados alarmantes são circunstâncias que podem afetar a saúde mental, mesmo de quem nunca sofreu com quadros de uma saúde mental prejudicada.

 

Todas as circunstâncias citadas acima podem afetar comerciantes e lojistas, que enfrentaram um abalo em suas finanças. Pessoas que possuem uma vida ativa podem se sentir “sufocados” com as medidas preventivas de ficar em casa. E todos podem sofrer com a preocupação intensa de algum familiar ou amigo contrair o vírus e ter a saúde prejudicada.

Mas como lidar com esses fatores prejudiciais?

Aprender a lidar com essas circunstâncias no momento de crise pode não ser tão fácil, e a ajuda de um profissional de saúde mental pode ser necessária, por isso não tenha vergonha de pedir por ajuda. Mas algumas atitudes e novos hábitos também podem oferecer auxílio.

 

Cuidado com o excesso de informações 

Aprender a ministrar o fluxo de informação que você recebe é indispensável para controlar os níveis de ansiedade e preocupação. Receber notícias pelo celular, ouvir no rádio e assistir na televisão pode gerar altos níveis de ansiedade devido à quantidade excessiva e repetitiva de dados alarmantes.

 

É importante que você delimite onde e quando consumirá informações a respeito da pandemia e dê preferência a sites e jornais confiáveis.

 

Adapte-se à nova rotina 

Desenvolver e aprender a lidar com a nova rotina também é algo necessário. Após a instauração do isolamento social, ficar sem trabalhar, passear ou realizar atividades cotidianas podem afetar de forma negativa a sua saúde mental. 

 

É importante que você entenda que esse momento é passageiro, e que o mais breve possível tudo voltará a ser como antes em sua rotina.

 

Durante esse período, procure realizar atividades prazerosas. Se você está trabalhando home office, cumpra sua jornada de trabalho e realize exercícios físicos para manter o bem-estar corporal. Não se esqueça de manter uma boa alimentação.

 

Longe, mas não separados 

Devido às diretrizes do isolamento social para conter a disseminação do coronavírus, não deixe que o afastamento presencial te deixe longe de quem você mais ama. Graças aos avanços tecnológicos, hoje é possível mandar mensagens, falar ao telefone e por videochamada com amigos e familiares.

Nesse momento tão delicado, cuidar de si mesmo e de quem você mais ama é essencial! E sua saúde mental não pode ser negligenciada, cuidar dela é indispensável.

RECEBA NOVIDADES