Você sabe a importância do oftalmologista durante as fases da vida?

Você sabe a importância do oftalmologista durante as fases da vida?

Muitas pessoas procuram o oftalmologista somente quando sentem que não estão enxergando bem, ou seja, relacionam a especialidade somente à necessidade da utilização de óculos ou lentes de contato. Mas, ao contrário do que se pensa, existem diversos diagnósticos que podem ser descobertos ao se visitar o oftalmologista.

 

Durante a infância:

Os olhos se desenvolvem até os nove anos de idade – diferente de outras partes do corpo, que, em sua maioria, continuam a se desenvolver até a adolescência. Sendo assim, os primeiros anos de vida são muito importantes para o desenvolvimento ocular. Indica-se que a primeira consulta deve ser realizada antes do primeiro ano de vida, para que possam ser avaliados diversos fatores referentes à simetria facial, desenvolvimento funcional, entre outros. Além disso, um fator muito relevante atualmente é o uso desencadeado da tecnologia. A exposição prolongada a aparelhos eletrônicos nessa fase da vida, devido ao ciclo de desenvolvimento, pode gerar alguns sintomas, como irritação, coceira, etc. É importante regrar a utilização dessas tecnologias.

 

Durante a fase adulta:

A partir dos 10 anos de idade pode-se concluir que o desenvolvimento dos olhos está completo – agora é hora de cuidar e preservar a saúde deles. Durante a fase adulta, é comum que muitas pessoas esqueçam a importância da visita ao oftalmologista, principalmente por priorizarem outras questões. Uma pesquisa da Universidade de Michigan comprovou que algumas pessoas ficam três ou mais anos sem realizarem exames oftalmológicos, o que facilita muito o desenvolvimento de doenças. O importante é que o diagnóstico seja feito o quanto antes, pois assim haverá uma prevenção que culminará em melhores resultados para a saúde.

 

Após os 40 anos:

É natural, com o envelhecimento, presenciarmos alterações relacionadas aos nossos cinco sentidos, entre eles, a visão. É comum que diagnósticos previamente feitos mudem, e exemplo disso pode ser o aumento de grau em patologias como miopia, astigmatismo, etc. Também é corriqueiro o surgimento de outras patologias, como a degeneração muscular, a catarata, o glaucoma, a presbiopia e a retinopatia diabética. Além disso, problemas de visão podem afetar consideravelmente o estilo de vida idoso, uma vez que podemos levar em conta a dificuldade em realizar diversas outras tarefas do dia-a-dia, a depender da idade.

 

Procure um especialista!

Mantenha-se em dia com a sua saúde ocular. Marque uma consulta com o oftalmologista na Clínica Tibiriçá, e conte com um atendimento único e de qualidade!

RECEBA NOVIDADES